História

ELDORADO DO SUL





A região correspondente ao Município de Eldorado do Sul era composta de propriedades particulares que se dedicavam integralmente à pecuária e à cultura do arroz até a década de 1960. Nesse período as áreas passaram a ser fracionadas em chácaras e lotes menores e vendidas para fins de moradia.

Pela sua proximidade com a capital, 11km, e devido ao seu fácil acesso através da BR 116, que há pouco tempo havia sido construída, houve um incremento na procura por terrenos nesta localidade, dando origem à "Vila Medianeira".

Por volta de 1950, a região à margem direita do Rio Guaíba passou a ser habitada por colonizadores de origem alemã, que deram à localidade o nome de Balneário Sans Souci. Nesta época, a prainha servia de Porto para os Barcos que vinham para Porto Alegre, como meio de transporte.

O crescimento populacional nestas regiões foi intenso na década de 70 e início da década de 80. Após anos de reinvindicações, lideranças de seis localidades: Medianeira, Sans Souci, Bom Retiro, Guaíba Contry Club, Vila Itaí e Cidade Verde, iniciaram o movimento emancipacionista, culminando com a criação do Município de Eldorado do Sul em 08 de junho de 1988.

O nome escolhido para a região emancipada é de origem espanhola e significa "Terra do Ouro", país imaginário que se dizia existir na América Meridional, lugar pródigo em delícias e riquezas.

Como seu próprio nome traduz, Eldorado do Sul é um Município promissor e em pleno desenvolvimento. Em 2014 completou 26 anos e conta hoje com cerca de 33 mil habitantes. Dispondo de uma área de 510 km2, a 10 minutos de Porto Alegre, o Município tem atraído diversos investimentos na área de habitação e vem se constituindo em um pólo para instalação de indústrias e empresas do setor de serviços. No setor primário, destaca-se o cultivo do arroz e a pecuária, além da produção de hortifrutigranjeiros.

O Município é privilegiado com a paisagem natural e exuberante das margens do Rio Jacuí, integrando a área de preservação ambiental do Delta do Jacuí.

A cultura tradicionalista gaúcha é destaque em Eldorado do Sul, manifestada através do intenso envolvimento e participação da comunidade em diversos Centros Nativistas.

A luta do povo de Eldorado do Sul para conseguir sua autonomia política e administrativa é um exemplo para as novas gerações e, ao mesmo tempo, uma certeza de um futuro promissor para a região.